quarta-feira, 13 de junho de 2012

Reescrevendo

Olá amigos, Após um longo tempo sem aparecer por aqui, resolvi dar uma espiadinha sobre como andam as coisas neste espaço abandonado! E qual não foi minha surpresa ao ver que tudo estava exatamente como deixei =p também descobri que blogs não se "auto atualizam"... Bem, deixando a irônia de lado... Resolvi compartilhar um pouco do que tenho meditado esta semana. No domingo ministrei a algumas crianças sobre a necessidade de guardarmos nosso coração, e ao mesmo tempo fui ministrada por esta palavra que tem me tocado durante esta semana. Entendo por guardar o coração como a ação de nos pouparmos de algumas coisas, guardar seu coração seria não permitir que sejamos dominados por sentimentos e sensações que só nos confundem, ou seja, é mantermos a essência de quem somos. É lembrar de quem somos, como chegamos aonde chegamos e valorizarmos quem nos trouxe até aqui. Guardar seu coração é saber que existem pessoas e "pessoas" à nossa volta e nem todas estão interessadas em nosso bem, por isso devemos filtrar muitas coisas que vemos, ouvimos e percebemos! Guardar o coração é não permitir que os sentimentos e as emoções te confundam e até mesmo te passem a perna, para isso é necessário ter o foco certo e sempre pensar antes de agir. É ser fiel aos seus valores... Sempre me lembro do desenho "O Rei Leão", em que o Mufasa diz ao Simba: "Simba, lembre-se de quem você é." Se nos lembrarmos de quem realmente somos não nos desviaremos para nenhum lado ou atalho, permaneceremos firmes e zelozos no cuidado com o nosso coração! Uma outra forma que vejo para nos mantermos fieis ao que somos na essência, é não sermos "maria vai com as outras", você é o que é, não tente ser como a pessoa X ou a pessoa Y eu lhe garanto que é totalmente frustrante, pois as experiências são diferentes na vida de cada um e jamais seremos iguais a alguém... Siga os bons exemplos, mas mantenha sua história e originalidade,não tente ser uma cópia, afinal, você é você! Somos o que somos de fato, e não o que permitimos que nos moldasse, ou seja, o que você é agora não significa que seja suas verdadeiras raízes. Para mim, uma parte importante no guardar o coração, (tendo em vista que sou uma pessoa cristã), é pautar seus pensamentos e atitudes em Deus, apenas Ele pode saciar nossas dúvidas e anseios permitindo assim que caminhemos sem vacilar!! Pude esta semana refletir sobre esse tema e ainda o estou digerindo, ponderando, sendo edificada e resolvi compartilhar um pouquinho com vocês... E lembre-se de guardar o seu coração, pois dele procedem as fontes da vida ;-) Obrigada a você que leu todo o texto, meu único pedido é que comente, participe e faça deste um espaço nosso! Com carinho da Anna

3 comentários:

  1. Olha, é mega importante mesmo Anninha. Vc está saindo melhor que a encomenda! :p

    ResponderExcluir
  2. Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
    António Jesus Batalha.

    ResponderExcluir