quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O que você pensa sobre isso???

A CNBB está divulgando um documento conta descriminalização do aborto. Para quem ainda não sabe, no Brasil o aborto já é descriminalizado no caso de gravidez por estupro ou de risco para a mãe! Apesar de eu já considerar extremamente polêmico, mesmo nos casos acima; a intenção do atual governo brasileiro é que o aborto seja um "Direito Humano da Mulher"... Segue o documento da CNBB e que possamos levar em consideração este apelo na hora de votar.



COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL
SUL 1 DA CNBBNÓS, PARTICIPANTES DO 2º ENCONTRO DAS


COMISSÕES DIOCESANAS EM DEFESA DA VIDA
(CDDVS), ORGANIZADO PELA COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB
e realizado em S. André no dia 03 de julho de 2010,

- considerando que, em abril de 2005, no IIº Relatório do
Brasil sobre o Tratado de Direitos Civis e Políticos, apresentado
ao Comitê de Direitos Humanos da ONU (nº 45) O ATUAL
GOVERNO COMPROMETEU-SE A LEGALIZAR O
ABORTO,

- considerando que, em agosto de 2005, o atual governo entregou
ao Comitê da ONU para a Eliminação de todas as Formas de
Descriminalização contra a Mulher (CEDAW) documento no qual
reconhece o aborto como DIREITO HUMANO DA MULHER,

- considerando que, em setembro de 2005, através da Secretaria
Especial de Polítíca das Mulheres, o atual governo apresentou ao
Congresso um substitutivo do PL 1135/91, como resultado do
trabalho da Comissão Tripartite, no qual é proposta a
DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO ATÉ O NONO
MÊS DE GRAVIDEZ E POR QUALQUER MOTIVO,
pois com a eliminação de todos os artigos do Código Penal, que o
criminalizam, o aborto, em todos os casos, deixaria de ser crime,

- considerando que, em setembro de 2006, no plano de governo do
2º mandato do atual Presidente, ele reafirma, embora com linguagem
velada, o compromisso de legalizar o aborto,

- considerando que, em setembro de 2007, no seu IIIº
CONGRESO, O PT ASSUMIU A
DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO E O
ATENDIMENTO DE TODOS OS CASOS NO
SERVIÇO PÚBLICO COMO PROGRAMA DE
PARTIDO, sendo o primeiro partido no Brasil a assumir este
programa,

- considerando que, em setembro de 2009, o PT puniu os dois
deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso por serem contrários à
legalização do aborto,

- considerando como, com todas estas decisões a favor do aborto, o
PT e o atual governo tornaram-se ativos colaboradores do
IMPERIALISMO DEMOGRÁFICO que está sendo imposto
em nível mundial por Fundações Internacionais, as quais, sob o
falacioso pretexto da defesa dos direitos reprodutivos e sexuais da
mulher, e usando o falso rótulo de “aborto - problema de saúde
pública”, estão implantando o controle demográfico mundial como
MODERNA ESTRATÉGIA DO CAPITALISMO
INTERNACIONAL,

- considerando que, em fevereiro de 2010, o IVº
CONGRESSO NACIONAL DO PT MANIFESTOU
APOIO INCONDICIONAL AO 3º PLANO
NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (PNDH3),
decreto nª 7.037/09 de 21 de dezembro de 2009, assinado
pelo atual Presidente e pela ministra da Casa Civil, no qual se
reafirmou a descriminalização do aborto, dando assim continuidade e
levando às últimas consequências esta política antinatalista de
controle populacional, desumana, antisocial e contrária ao verdadeiro
progresso do nosso País,

- considerando que este mesmo Congresso aclamou a própria
MINISTRA DA CASA CIVIL COMO CANDIDATA
OFICIAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES
PARA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA,

- considerando enfim que, em junho de 2010, para impedir a
investigação das origens do financiamento por parte de organizações
internacionais para a legalização e a promoção do aborto no
Brasil, O PT E AS LIDERANÇAS PARTIDÁRIAS
DA BASE ALIADA BOICOTARAM A CRIAÇÃO DA
CPI DO ABORTO que investigaria o assunto,

RECOMENDAMOS ENCARECIDAMENTE A TODOS
OS CIDADÃOS E CIDADÃS BRASILEIROS E
BRASILEIRAS, em consonância com o art. 5º da
Constituição Federal, que defende a inviolabilidade da vida humana
e, conforme o Pacto de S. José da Costa Rica, desde a
concepção, independentemente de sua convicções ideológicas ou
religiosas, QUE, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES,
DEEM SEU VOTO SOMENTE A CANDIDATOS OU
CANDIDATAS E PARTIDOS CONTRÁRIOS À
DESCRIMINALIZACÃO DO ABORTO.

Convidamos, outrossim, a todos para lerem o documento “Votar Bem”
aprovado pela 73ª Assembléia dos Bispos do Regional Sul 1 da
CNBB, reunidos em Aparecida no dia 29 de junho de 2010 e
verificarem as provas do que acima foi exposto no texto “A
Contextualização da Defesa da Vida no Brasil”
elaborado pelas Comissões em Defesa da Vida das Dioceses de
Guarulhos e Taubaté, ligadas à Comissão em Defesa da Vida do
Regional Sul 1 da CNBB, ambos disponíveis no site desse mesmo
Regional.

COMISSÃO EM DEFESA DA VIDA DO REGIONAL SUL 1 DA CNBB

A iniciativa é louvável, porque se não no unirmos agora contra este ato de violência à vida, o que será que nos espera mais a frente??? Espero que os queridos leitores possam pensar a respeito! Não estou fazendo apologia a candidato A, B, C ou M... Estou apenas pedindo uma reflexão antes de apertar o "confirma" na hora de votar... 

Um Beijão pra todos os leitores!!! 
Anna 

Nenhum comentário:

Postar um comentário